5 erros que você deve evitar para parar de sofrer por amor – parte 1

Heidi Muniz | Relacionamentos Amorosos

ago 11
como parar de sofrer por amor

Por acaso você se machuca toda vez que se envolve com alguém? Ou talvez tenha um relacionamento após o outro e, em todos eles, você sempre sofre? Se for este o seu caso, saiba que você não precisa continuar passando por isso. O amor nunca foi sinônimo de sofrimento. E um relacionamento amoroso não deveria ser uma sucessão de problemas. Mas então como parar de sofrer por amor?

Diferente do que se imagina, para aprender a sofrer menos no amor, não é necessário você gastar anos da sua vida com as pessoas erradas. Você pode aprender a partir de hoje a não sofrer tanto e a ter relacionamentos amorosos mais felizes. E para começar, vamos ver 5 erros que você deve evitar em um relacionamento para parar de sofrer por amor.

1. Continuar com um parceiro(a) que te ofende

Muitas pessoas acreditam que por terem intimidade com você, podem te ofender, pois você não irá ligar ou irá perdoar de qualquer jeito. Mas ninguém gosta de ser humilhado. E o seu parceiro(a) deveria ser alguém que te respeitasse e te tratasse bem,  não o contrário.

Dois tipos comuns de ofensas são brincadeiras maldosas ou insultos durante discussões. No primeiro caso, são brincadeiras bobas, mas que dão um soco na sua autoestima e doem ainda mais, porque quem falou é a pessoa que você gosta. Além disso, ainda existem as duras comparações entre você e o ex (a ex). Exemplos:

  • Mas também, com esse cabelo você vai assustar os outros na rua.
  • Antes de me conhecer, você era muito feio/magro/gordo. Fui eu que dei um jeito em você.
  • Você não sabe tal coisa/Você é ruim nisso hein?!
  • Fulano fazia assim e assado.

Durante as brigas, este tipo de parceiro(a) aproveita para fazer cobranças e te ofender diretamente, com xingamentos e palavrões. Se isto é saudável? Certamente que não.

Escolher se relacionar com uma pessoa assim vai trazer, no máximo, desgaste emocional para você. E não adianta usar o argumento de que ele ou ela é uma boa pessoa. Pode ser uma boa pessoa, mas não é alguém com quem você possa ser feliz no momento. É muito difícil haver mudanças, por mais que você se esforce, pois ninguém muda só porque os outros querem. A mudança só acontece se a pessoa quiser, se partir dela(e).

2. Deixar de fazer o que você gosta devido a preferências do parceiro(a)

Suponha que você adore usar certo tipo de roupa. Ou talvez você goste de assistir jogo de futebol na tv. Pode ser qualquer coisa que você se sinta bem fazendo, um hobbie, visitar os amigos e assim por diante. Porém, em alguma ocasião, a pessoa com quem você está se relacionando, fez cara feia ou reclamou disso. E para evitar conflitos e agradar, você deixa de fazer o que gosta.

Talvez você tenha tomado essa decisão pensando que seria bom para o relacionamento, que iria manter vocês unidos. No entanto, fazer isso acaba tendo um efeito ruim sobre a relação. À medida que passa o tempo, você vai guardando ressentimento, porque está sacrificando uma coisa que você gosta, para agradar o outro. Então, esse ressentimento cresce e se transforma em falta de paciência, raiva por coisas pequenas, cobranças e aquela sensação de injustiça. Enquanto isso, aquele carinho que você sentia vai sumindo.

Ao sacrificar algo que você gosta e nutrir tantos sentimentos negativos, a relação irá trazer sofrimento, em vez de felicidade. E esse não é o objetivo de estar com alguém. Não é para te limitar ou satisfazer as necessidades da outra pessoa. Um relacionamento é um caminhar, uma viagem a dois, em que um respeita e aceita o outro.

E se você está pensando que isto é um sonho, saiba que existem sim pessoas neste mundo que te aceitariam e gostariam de você exatamente como você é. Mas será que você repara nisso quando faz as suas escolhas? Ou você decide continuar em um relacionamento porque fulano(a) é uma boa pessoa, por simples atração ou porque você pensou que tinha encontrado sua alma gêmea? As coisas que você usa para escolher se continua ou não em uma relação determinam o tipo de parceiro(a) que você vai ter. Então, quando for tomar uma decisão, repare bem se você está com uma pessoa que aceita quem você é.

Tem mais na parte 2

Parabéns por ter lido até aqui! Nos vemos na parte 2, onde eu vou contar os outros 3 erros, para você aprender como parar de sofrer por amor.

Ah e se você quiser receber os próximos artigos sobre relacionamentos amorosos, deixe seu e-mail logo abaixo. Você receberá os novos conteúdos, assim que forem publicados.

Um abraço!

Você quer Aprender a Parar de Sofrer por Amor e ter Relacionamentos mais Saudáveis?? Então venha fazer parte da comunidade do Mudança em Foco! Aqui o foco é sua mudança e o seu crescimento pessoal.
Imagem: Kyle Broad via Unsplash.
Follow

Sobre a autora

Fundadora do Mudança em Foco. Heidi Muniz é coach de vida certificada pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC). Com o coaching, ela ajuda pessoas a fortalecer a autoestima, construir relacionamentos saudáveis, ser mais produtivo no trabalho e a se comunicar melhor. Para conhecer mais sobre os tipos de coaching oferecidos pela Heidi, acesse a página de Serviços ou a página Sobre.