4 alternativas para lidar com a ansiedade e aliviar o estresse – Parte 1

Heidi Muniz | Desenvolvimento Pessoal

nov 17
como lidar com a ansiedade

Muitas pessoas querem aprender como lidar com a ansiedade e aliviar o estresse. Afinal, a maioria enfrenta situações frustrantes quase todos os dias e vive com preocupações. A lista de motivos para ficar ansioso ou irritado é quase infinita:

  • contas a pagar
  • suspeita de doenças graves
  • relacionamentos amorosos, até quando vão durar, se houve traição
  • opiniões das outras pessoas
  • o que pode dar errado no futuro
  • o que você já fez de errado
  • o que poderia ter sido diferente

Com o passar do tempo (e não precisa ser muito), estes problemas podem afetar não apenas o seu estado emocional, mas também a sua saúde. Dessa forma, é essencial cuidar do seu bem-estar e tentar melhorar a sua qualidade de vida. Então conheça neste artigo 4 alternativas para lidar com a ansiedade e o estresse.

1. Atenção plena (Mindfulness)

Já reparou que boa parte do tempo você faz uma coisa, pensando em outra? Por exemplo, você está almoçando, porém, sua atenção não está na comida. Talvez você esteja pensando sobre o que vai fazer à tarde, sobre trabalho, vídeos do Youtube, mensagens do WhatsApp, qualquer coisa, menos o seu almoço. Além disso, a mente tem duas distrações favoritas: relembrar o passado e imaginar futuro.

Curiosamente, o único tempo em que você vive é o momento presente, é no agora. Assim, muitas vezes não percebemos o que está acontecendo conosco e ao nosso redor. Estamos distraídos demais com as nossas preocupações e problemas diários. E quando o foco de nossa mente está nas preocupações, expectativas ou memórias, damos espaço para a ansiedade e também para o estresse.

Então a atenção plena tem sido usada em vários países, inclusive aqui no Brasil, para trazer a mente para o agora.

Mas o que é atenção plena?

Atenção plena (em inglês, mindfulness) é a arte de viver atento ao momento presente. A atenção plena pode ser alcançada de diferentes maneiras:

  • técnicas budistas e indianas de meditação
  • posições da yoga
  • movimentos do tai chi chuan
  • massagem chinesa
  • exercícios físicos e esportes

Confira programas de atenção plena, que fazem combinações de algumas destas técnicas com conhecimentos de medicina e psicologia:

  • Programa de Redução de Estresse Baseado em Mindfulness (MBSR)
  • Programa de Mindfulness para Dor e Doença (MBPI)
  • Terapia Cognitiva Baseada em Mindfulness (MBCT)

Benefícios dos programas de mindfulness, comprovados cientificamente

Imagens mostrando o aumento de massa cinzenta no cérebro de pessoas que participaram de um programa de atenção plena (MBSR) por 8 semanas. Estes pontinhos coloridos identificam regiões onde foram criados milhares de neurônios, numa área responsável pelo controle emocional, memória de longo prazo e aprendizado!

2. Meditação

Diferente do que se imagina, estar em meditação não significa não pensar em nada. Assim como também não envolve silenciar a mente.

A meditação consiste em um estado de alta consciência, em que você percebe a vida e tudo o que está ao seu redor com clareza. É um estado em que você consegue observar até a sua própria mente. Como assim?

Entenda melhor como funciona a sua mente

Vamos usar um exemplo de uma animação super didática do aplicativo de meditação guiada chamado Headspace. A mente possui fluxos de pensamentos, como se fossem carros de diferentes vias. Agora tente se imaginar como um pedestre que para ao lado da via e começa a observar o trânsito. O problema é que boa parte dos pensamentos são carregados de julgamentos e emoções, que funcionam como imã para você observador. Então em questão de segundos, você se agarra a um pensamento, dali a pouco pula para outro e mais outro e, quando deu conta, passou horas pensando, imagindo, lembrando e se esqueceu do momento presente. Por outro lado, ao praticar as técnicas de meditação, você continuará tendo pensamentos, mas será capaz de manter a sua atenção no momento presente. Isto é, você se mantém como observador, sem se agarrar a tantos pensamentos. E assim, sua mente fica mais leve.

Quando está em meditação, você consegue, por exemplo, notar pensamentos como “Não vai dar certo”, perceber que a sua mente o criou e deixar esse pensamento passar. Você pode até identificá-los, exemplo: “Isso é a minha mente ansiosa criando catástrofes, para as quais eu nem tenho evidências.” Sim, é possível chegar neste nível! kkkkk E o melhor é que você não precisa ser um buda para atingi tal estado. É mais uma questão de estar disposto a praticar as técnicas e entender a meditação.

2 verdades sobre meditação

A primeira verdade é que estar consciente não exige que você seja “Zen” 24 horas por dia. Significa apenas que mesmo em momentos estressantes, você vai acolher suas emoções e irá agir de maneira consciente. Exemplo: “Estou com raiva, mas não vou ser mal-educada(o) com aquela pessoa que me atendeu mal, porque não quero me tornar o que detesto.” Isso é estar no controle das suas emoções e ações.

E a segunda é que a meditação não é algo que você faz, mas sim uma consequência do que você cultiva. Nas palavras do yogi Sadhguru, “É preciso cultivar o equilíbrio entre o seu corpo, mente e energia, para que a meditação aconteça dentro de você.” Para cultivar este equilíbrio e entrar em estado de meditação, você pode escolher dentre diferentes técnicas de meditação budistas e indianas.

Benefícios das técnicas de meditação, comprovados cientificamente

Os pontos coloridos mostram a ativação de áreas do cérebro relacionadas à consciência corporal externa e interna, tarefas motoras, equilíbrio e autocontrole emocional, em praticantes das técnicas de meditação. Isso significa uma melhoria de todas estas funções do cérebro.

Continuamos na parte 2

Parabéns por ter chegado até aqui! Na parte 2 você descobrirá mais 2 alternativas para lidar com a ansiedade e o estresse. Se quiser receber gratuitamente os conteúdos de desenvolvimento pessoal do Mudança em Foco, basta se inscrever no formulário abaixo.

Receba gratuitamente os conteúdos de desenvolvimento pessoal
Imagem: Camilla Bundgaard via Unsplash.
Follow

Sobre a autora

Fundadora do Mudança em Foco. Heidi Muniz é coach de vida certificada pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC) e mentora de desenvolvimento pessoal. Sua missão é ajudar pessoas a realizar objetivos e a promover mudanças positivas em suas vidas. Ela acredita que cada pessoa pode desenvolver as habilidades que precisa para viver melhor e que o primeiro passo é estar aberto a mudanças. Para conhecer mais sobre o trabalho da Heidi, acesse a página de Serviços ou a página Sobre.